Confira brincadeiras antigas e simples que, mais do que divertir, contribuem para o processo de alfabetização da criança

Em tempos de rápidos avanços tecnológicos, em que as crianças estão cada vez mais “hi-tech”, as brincadeiras mais simples –  que utilizam apenas papel e caneta – estão esquecidas. Mas vale resgatar alguns jogos tradicionais, que, além de muito divertidos, estimulam a criatividade, a socialização e contribuem para o processo de alfabetização dos pequenos. Confira algumas brincadeiras em que o aprendizado é coisa séria.

História Maluca

Entregue um papel para as crianças com o início de uma história escrita e deixe que elas escrevam o restante. Cada uma inventa um parágrafo da história e passa adiante para o coleguinha. Ao final da folha, vocês terão uma história provavelmente super engraçada. Essa brincadeira estimula a criatividade, a escrita e a construção narrativa de fatos.

Adedonha ou stop

Cada participante faz várias colunas em uma folha de papel contendo diferentes categorias de substantivos, como “objeto”, “nome próprio”, “animal”, “filme”, “música”, “país”, “fruta”, etc. Uma letra é sorteada e todos devem escrever palavras que comecem com aquela letra dentro de cada coluna. Além de ser ótima para a memória, a brincadeira estimula a criatividade e os conhecimentos culturais.

Caderno de perguntas

Um caderno com várias perguntas, como “nome”, “idade”, “cor preferida”, prato favorito”, “o que você mais gosta de fazer quando não está na escola”, entre outras, passa entre os colegas de classe. Cada um responde as perguntas e envia para o próximo colega. Essa atividade estimula a socialização e a escrita, já que, além de ter que desenvolver um pequeno texto para as respostas, as crianças também veem as respostas dos coleguinhas e, a partir disso, interagem.

Forca

Uma criança é eleita “comandante” e escolhe a letra e a categoria da brincadeira. Os demais participantes devem adivinhar a palavra escolhida de acordo com a quantidade de espaços em branco antes que o desenho da forca se complete. O jogo auxilia no processo de alfabetização, já que, não só estimula a criança a pensar em termos linguísticos qual é a palavra, como também faz com que ela aprenda a escrever corretamente.

Fale Online!